Em queda livre, ações do MPS caem 22% em Milão

MILÃO, 20 JAN (ANSA) - Em queda acentuada há alguns dias, as ações do Monte dei Paschi di Siena (MPS), considerado o banco mais antigo do mundo ainda em atividade, seguem derretendo na Bolsa de Valores de Milão.   

Os papéis da instituição financeira fecharam o pregão desta quarta-feira (20) com uma queda de 22,2%, isso após as negociações do título terem sido interrompidas durante boa parte do dia. Atualmente, o preço da ação do MPS está no mínimo histórico de 0,51 euro.   

Os investidores temem que a companhia possua em sua carteira uma grande quantidade de créditos deteriorados (empréstimos que dificilmente serão pagos), ainda mais depois de o Mecanismo Único de Supervisão (SSM, na sigla em inglês), órgão ligado ao Banco Central Europeu (BCE), ter enviado questionamentos sobre o assunto à instituição.   

Outro banco na mira do SSM, o Carige, também operou no vermelho na Bolsa de Milão, com queda de 17,79%. Em meio às turbulências, o CEO do Monte dei Paschi disse estar convencido de que a empresa saberá superar esse momento, "ainda que não seja fácil".   

"O banco continua a operar normalmente", garantiu.   

Já o prefeito de Siena, Bruno Valentini, declarou que não está preocupado com a situação porque a capitalização na bolsa não representa o valor da empresa. "É um banco saudável, mas teria uma mão se o governo e a Europa decidissem encontrar uma forma, assim como em outros países, de administrar os créditos deteriorados", acrescentou.   

Também pesa sobre o MPS a falta de perspectiva de encontrar um comprador. Nesta quarta, um dos possíveis candidatos, o Intesa Sanpaolo, descartou qualquer possibilidade de adquirir a instituição toscana. "Queremos criar valor para os acionistas, não podemos comprar o MPS ou qualquer outro banco", explicou o CFO Carlo Messina, que participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos