Papa oferece abrigo a mulher que deu à luz no Vaticano

Na Cidade do Vaticano (Vaticano)

  • Angelo Carconi/EFE/EPA

    Papa Francisco durante visita a uma sinagoga em Roma

    Papa Francisco durante visita a uma sinagoga em Roma

O papa Francisco, por meio da Esmolaria do Vaticano, ofereceu hospitalidade por um ano para uma sem-teto romena que deu à luz uma menina na madrugada desta quarta-feira (20) nos arredores da praça São Pedro.

A mulher, que tem 35 anos, costuma frequentar a região e já era conhecida das autoridades do menor país do mundo. Ao entrar em trabalho de parto, ela foi ajudada por uma policial, que fez as vezes de parteira. Após o nascimento, outros agentes se aproximaram e cobriram mãe e filha com uma coberta. Tudo isso ocorreu antes da chegada da ambulância, que as levou para o hospital Santo Spirito, em Roma.

Durante a manhã, o monsenhor Konrad Krajewski, chefe da Esmolaria Apostólica, órgão que cuida das obras de caridade do papa, visitou a sem-teto e ofereceu um ano de hospitalidade para ela e o bebê no convento de Madre Teresa, também na capital italiana. Antes de dar à luz, a romena já havia recusado abrigo em diversas ocasiões.

"Dependerá de ela ver o que quer fazer, vamos rezar por elas", declarou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos