Colômbia liberta 16 guerrilheiros das Farc

BOGOTÁ, 21 JAN (ANSA) - O governo colombiano colocou em liberdade 16 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) beneficiados por um indulto, em um "gesto unilateral" no âmbito das negociações entre os dois lados.   

Segundo o Alto Comissariado para a Paz, quatro desses presos foram autorizados a viajar a Havana, capital da Cuba, para integrar a delegação da guerrilha que participa das tratativas com Bogotá. Desde o último dia 22 de novembro, o governo do presidente Juan Manuel Santos já informou 30 membros das Farc sobre o indulto.   

Por outro lado, o grupo reclama da demora em libertar seus guerrilheiros, já que outros 14 beneficiados pela medida ainda seguem encarcerados. Os membros que já foram soltos haviam sido condenados por "rebelião". Para saírem da cadeia, eles aceitaram a condição de se reintegrarem à sociedade, abandonando as armas e contribuindo para promover a paz.   

As Farc e a Colômbia retomaram as negociações para firmar um acordo definitivo no último dia 13 de janeiro, mas existe pouca expectativa de que isso ocorra até 23 de março, prazo estabelecido pelos dois lados em setembro do ano passado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos