Grupo de hackers falsifica site da Prada

ROMA, 22 JAN (ANSA) - Um grupo de hackers clonou o site da grife italiana Prada e criou uma nova página para vender produtos falsificados para o mundo inteiro.   


Segundo a polícia da Itália, as mercadorias eram despachadas da China por meio de um correio internacional e só eram entregues quando o cliente efetuasse o pagamento, que caía em uma conta corrente do mesmo país. O endereço eletrônico era "bem sofisticado", de acordo com os agentes, e foi difícil até mesmo para os especialistas perceberem as diferenças, uma vez que os produtos vendidos tinham os mesmos preços e as fotos usadas eram as mesmas encontradas no site oficial da Prada.   


Experts em moda foram chamados para verificar a autenticidade dos produtos e afirmaram que, apesar de serem muito bem detalhados e confeccionados, não eram verdadeiros.   


Além da China, a falsificação tinha ligações com outros três países: França, Holanda e Inglaterra. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos