Dinamarca aprova lei que confisca bens de refugiados

ROMA, 26 JAN (ANSA) - O Parlamento da Dinamarca aprovou a polêmica medida que confisca bens, joias e dinheiro de imigrantes que buscam asilo no país. A nova lei prevê que todo valor acima de 10 mil coroas dinamarquesas (US$ 1.450) seja entregue para as autoridades do país e que joias e bens que tenham valor superior a esse também sejam confiscados.   

Os parlamentares afirmaram que a lei está em linha com o que ocorre, por exemplo, com os desempregados no país que precisam pagar uma taxa ao governo para "contribuir com as despesas de comida e alojamento".   

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) chegou a chamar a medida de "afronta aos direitos" dos refugiados. Outras entidades compararam a medida com o que os nazistas faziam com os judeus durante a Segunda Guerra Mundial. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos