EUA estudam plano para atacar EI na Líbia, diz 'NYT'

NOVA YORK, 26 JAN (ANSA) - O governo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, estaria preparando um plano para abrir na Líbia uma terceira frente de batalha contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI), a quem já bombardeia no Iraque e na Síria.   

É o que diz um editorial publicado pelo jornal norte-americano "The New York Times", explicando como o Pentágono já intensificou a coleta de dados de inteligência que servirão para iniciar, nas próximas semanas, uma "campanha militar que deverá compreender ataques aéreos e das forças de elite".   

Os parceiros dos EUA na coalizão contra o EI, com destaque para Reino Unido e França, também devem participar das operações no país africano. Ainda de acordo com o periódico, o objetivo seria criar uma barreira entre os combatentes do Estado Islâmico na Líbia e os simpatizantes do grupo em outras nações da região.   

Na época da Primavera Árabe, ações militares ocidentais ajudaram a derrubar o ditador Muammar Kadafi, mas depois jogaram o país em uma sangrenta fragmentação, o que abriu espaço para a infiltração do EI. Apenas neste mês os lados conflitantes - com exceção dos jihadistas - conseguiram estabelecer um governo de união nacional, que tentará reunificar o país e evitar que o Estado Islâmico expanda seus domínios em solo líbio. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos