4 anos após naufrágio, Costa Concordia está para 'morrer'

Por Chiara Carenini GÊNOVA, 1 FEV (ANSA) - Quatro anos após a tragédia na ilha de Giglio, o navio de cruzeiros Costa Concordia está prestes a desaparecer completamente e a encerrar um trágico capítulo da história da Itália. A maior embarcação da frota da Costa Crociere está há dois anos e meio em um estaleiro de Gênova para ser destruída. Cada pedaço da embarcação será desmontado, vendido ou reciclado. Assim como a operação para desencalhar o navio em Giglio foi histórica, os números para demolir o Costa Concordia também são impressionantes.   

Atualmente, 200 pessoas trabalham nas operações de desmontagem, mas, em algumas etapas do processo, foram 300 funcionários em ação. Mais de 15,6 toneladas de material já foram removidas, das quais 80% foram enviadas para reciclagem. Cerca de nove mil toneladas são de aço e metal. As atividades de desmontagem do Concordia envolvem 80 empresas, sendo que 78 são italianas. Faltam apenas três fases para concluir a desmontagem. A última removerá as caixas flutuadoras que foram usadas para alçar o navio em Giglio.   

Mesmo com a embarcação desaparecendo de vez, o naufrágio, ocorrido às 21h45 locais do dia 13 de janeiro de 2012, permanecerá na memória dos italianos. O navio de cruzeiros, que faria a rota entre Civitavecchia e Savona sob o comando do capitão Francesco Schettino, bateu contra rochas na ilha de Giglio e encalhou, inclinado. Cerca de 4,2 mil pessoas foram resgatadas, mas 32 perderam a vida. A ilha italiana, que até então era ponto turístico pelas belezas naturais, acabou virando palco de buscas pelos corpos perdidos nos escombros. Trinta cadáveres foram localizados imediatamente.   

Um, durante as operações de reclinação e o último, em Gênova, na desmontagem do navio. Schettino, que ficou mundialmente conhecido como "capitão covarde" por abandonar o navio antes dos passageiros, foi condenado em fevereiro de 2015 a 10 anos de prisão e a pagar 30 mil euros a todas as vítimas que o processaram. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos