Campanha quer Nobel da Paz a gregos por crise de refugiados

ROMA, 1 FEV (ANSA) - Um abaixo-assinado apoiado por 600 mil pessoas pede que o Prêmio Nobel da Paz deste ano seja entregue a moradores de ilhas gregas que receberam dezenas de refugiados sírios nos últimos meses. "A população das ilhas do Mar Egeu fez todo o possível para ajudar os refugiados sírios, mesmo sofrendo há anos com uma dura crise econômica", disse o texto da petição, que está disponível no site Avaaz. A iniciativa foi lançada em novembro do ano passado pelo arquiteto grego Alkmini Papadaki. De acordo com a imprensa internacional, academias e grupos de intelectuais britânicos e norte-americanos estão preparando a candidatura oficial dos gregos ao Nobel.   

A Organização Internacional para Migrações (OIM) calcula que 55 mil imigrantes e refugiados cruzaram o Mar Mediterrâneo somente nos 28 primeiros dias do mês de janeiro para tentar acessar a Europa e solicitar asilo. O número gera uma média diária de 1,9 mil pessoas.   

Do total, a Grécia recebeu 52 mil imigrantes e registrou 218 mortos. O restante chegou à Europa via Itália, que contabilizou 26 falecimentos. Os conflitos no norte da África e no Oriente Médio fazem a Europa enfrentar a pior crise de deslocamento forçado desde o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). A Grécia, por ser um país insular, integra uma das principais rotas de imigração.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos