Satélites mostram esquadrão russo em Latakia, na Síria

TEL AVIV, 1 FEV (ANSA) - A Rússia enviou um esquadrão de aviões de guerra e baterias de mísseis para a cidade de Latakia, na Síria, onde Moscou tem se empenhado para defender o regime do ditador Bashar al-Assad. A notícia foi dada por jornais internacionais, que afirmam que será confirmada amanhã (2), com a publicação de fotos de satélite tiradas pelo Instituto israelense Fisher em uma convenção sobre pesquisa espacial em Herzliya. As fotos indicam baterias de mísseis S400 e sistemas SA22 Pantsyr. Também é possível visualizar nas imagens cerca de 30 aviões de combate estacionados em uma pista: 11 unidades do "Sukhoi 24", 10 da "Sukhoi 25", sete "Sukhoi 34" e quatro "Sukhoi 30".   

O Instituto Fisher, especializado em estudos estratégicos no ar e no espaço, disse em um comunicado que as fotos foram tiradas há alguns dias pelo satélite israelense Eros, que é gerenciado pela ImageSat International. A entidade chegou a comentar que o reforço militar em Latakia pode ser uma sinalização contra a escalada de tensão com a Turquia. Na semana passada, Ancara acusou Moscou de ter violado seu espaço aéreo. Em 2015, a Turquia derrubou um caça russo na fronteira com a Síria. A Rússia enviou tropas e equipamentos militares para a Síria no fim do ano passado com a justificativa de ajudar o país a combater grupos terroristas, como o Estado Islâmico (EI, ex-Isis). No entanto, a comunidade internacional afirma que Moscou quer defender Assad e interesses unilaterais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos