Se eleito, Infantino escolherá secretário africano para Fifa

LONDRES, 01 FEV (ANSA) - O candidato à Presidência da Fifa, Gianni Infantino, afirmou que se for eleito no dia 26 de fevereiro não escolherá um secretário-geral europeu para a entidade.   


"O que nós queremos é ter as portas abertas da administração da Fifa. Eu estou convencido de que o secretário-geral não deve ser europeu. Por que não um africano?", afirmou aos jornalistas nesta segunda-feira (01) adicionando que "há muitas pessoas capazes na África e a Fifa está aberta para homens e mulheres de todo o mundo".   


O mais provável ocupante do posto seria, então, o atual secretário-geral da Confederação Africana de Futebol, Hicham El-Amrani.   


Ainda de acordo com seu depoimento de hoje, o suíço-italiano afirmou ter um plano de ação de 90 dias para tentar a recuperar a credibilidade da Fifa de maneira internacional. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos