Cultura é antídoto contra barbárie, diz premier italiano

DAKAR, 03 FEV (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, discursou nesta quarta-feira (3) para estudantes da Universidade Cheikh Anta Diop, localizada em Dakar, no Senegal, onde encerrou uma viagem de três dias pela África Subsaariana. Aos alunos, o chefe de governo declarou que o "diálogo entre culturas é o melhor antídoto contra as barbáries" e que os centros de ensino são as armas mais eficazes em favor da defesa da liberdade de expressão.   

"As universidades são locais para libertar a imaginação e a criatividade necessárias para revitalizar um sistema global estático e letárgico que pede com urgência novas ideias dos jovens", disse Renzi, falando em francês. Nos dois últimos dias, o primeiro-ministro também passou por Nigéria e Gana.   

Desde que assumiu o poder, em fevereiro de 2014, ele vem tentando estreitar as relações entre Itália e África. "Saímos daqui com a consciência de que a Itália é um grande país e precisa ser mais forte no xadrez internacional e nas relações com a África", acrescentou, ressaltando que o continente é uma "prioridade" para Roma. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos