EUA seguem 'com atenção' legalização da maconha no Uruguai

MONTEVIDÉU, 3 FEV (ANSA) - O subsecretário de Estado norte-americano para Assuntos de Narcotráfico e Aplicação da Lei, Luis Arreaga, disse, em encontro com autoridades uruguaias em Montevidéu, que "estamos muito atentos ao que acontece aqui", referindo-se ao processo de legalização da venda e uso de maconha.   

"Não somente nós, mas também os países da região. Dentro a Organização dos Estados Americanos (OEA) temos dialogado a respeito e estamos muito atentos sobre o desenrolar do tema", acrescentou.   

Ele ainda reiterou que seu país considera a droga muito perigosa, apesar de ter sido liberada nos estados de Washington e Colorado, mas destacou que o governo "respeita o direito soberano do Uruguai nesta decisão".   

Durante o governo de José Mujica (2010-2015), o Uruguai aprovou uma lei que legalizou a maconha em todo o seu território e regulamentou sua produção e comercialização. Atualmente, a maconha pode ser plantada em residências e clubes de fumantes, mas falta ainda iniciar a venda nas farmácias. A maconha será vendida com um limite máximo de 40 gramas por mês para consumidores cadastrados pelo governo e deve custar cerca de US$ 1 por grama, um preço bastante competitivo com o mercado ilegal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos