Com queda do petróleo, Shell anuncia corte de 10 mil vagas

ROMA, 4 FEV (ANSA) - A companhia Shell anunciou nesta quinta-feira (4) que planeja cortar 10 mil vagas de trabalho. A redução no quadro de funcionários começou no ano passado e deverá continuar ao longo de 2016. A companhia anglo-holandesa também disse que pretende vender US$ 30 bilhões após comprar a BG.   

"A Shell tomará mais decisões impactantes para superar a queda no preço do petróleo, caso as condições exijam isso", disse o executivo-chefe da Shell, Ben van Beurden.   

A notícia foi divulgada no mesmo dia em que a Shell revelou seu balanço com queda de 57% no lucro do quarto trimestre de 2015, para US$ 1,8 bilhão, na comparação com o mesmo período do ano anterior. A retração foi causada pela forte oscilação negativa no preço do petróleo. O balanço é o último divulgado antes da aquisição da BG, no dia 15 de fevereiro, em uma operação avaliada em US$ 50 bilhões. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos