Koulibaly é vítima de coros racistas da torcida da Lazio

ROMA, 04 FEV (ANSA) - O zagueiro do Napoli, Kalidou Koulibaly, foi vítima de cantos racistas da torcida da Lazio na noite desta quarta-feira (03).   


O barulho foi tanto que o árbitro decidiu interromper a partida por quatro minutos para comunicar o fato ao delegado do jogo.   


Porém, Koulibaly não se intimidou e terminou o confronto no time titular.   


Através do Twitter, a Lega Serie A postou uma foto com a "resposta" do zagueiro aos torcedores racistas. "Koulibaly respondeu ao coro dando de presente sua camisa a um menino.   


Grande resposta, de um verdadeiro homem. #Ofutebolédequemoama", postou com uma imagem do momento da entrega.   


O atacante da Lazio, Keita Baldé Diao, usou as redes sociais para prestar solidariedade ao colega. Com uma foto dos dois abraçados ao fim da partida, Keita escreveu que "este jogo é muito mais que preto, branco ou verde". "Tenho muita admiração por você, amigo", postou.   


Pelo episódio ocorrido no Estádio Olímpico, a Curva Norte da Lazio - de onde vieram os insultos e onde fica a torcida organizada da equipe - pode ficar fechada por até duas partidas.   


Porém, o regulamento da competição chega a falar em uma punição de perda de mando de campo de "até dois anos" no caso de um time ser reincidente.   


O episódio ocorre há cerca de um ano após a mesma torcida ter feito coros racistas contra Niang e Edenilson na partida entre Lazio e Gênoa, em 10 de fevereiro de 2015. Na época, a Curva Norte ficou fechada por uma partida. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos