Refugiado é preso por estuprar jovem em carnaval de Colônia

BERLIM, 05 FEV (ANSA) - Uma jovem de 22 anos denunciou para a polícia de Colônia ter sido vítima de um estupro durante os festejos do carnaval em Colônia, na Alemanha, informou o jornal "Bild" nesta sexta-feira (06).   

Assim que recebeu a denúncia, a polícia prendeu um refugiado afegão de 17 anos que seria o responsável pelo crime. Segundo o depoimento da mulher, era por volta das 3h da manhã, quando um homem a abordou e começou a bater nela até que ela perdeu os sentidos. Assim que acordou, percebeu que foi estuprada.   

O promotor Ulrich Bremer afirmou ao "Bild" que o caso está sendo investigado, mas que não há como confirmar se houve estupro.   

"Estamos avaliando todas as possibilidades e atualmente estamos analisando se houve estupro ou não".   

Ao todo, as autoridades confirmaram que 22 casos de "agressão sexual" foram denunciados durante as festividades. Ainda de acordo com o jornal alemão, no ano passado foram registradas 50 agressões sexuais durante todos os dias do evento. A maior parte eram "ofensas sexuais" contra as mulheres.   

A cidade de Colônia está com a segurança reforçada após centenas de casos de agressão, estupros e roubos terem sido registrados durante a noite de Réveillon. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos