Um roteiro italiano pelos cavaletes de cristal do Masp (2)

SÃO PAULO, 05 FEV (ANSA) - Continuação.   


Seguidores - Se alguns dos grandes mestres da arte italiana não estão presentes no Masp, seus seguidores carregam com louvor a tarefa de exibir atributos admirados por séculos. É o caso do caravaggiano Mestre da Anunciação aos Pastores, autor da "Adoração dos pastores". O pintor permanece anônimo até hoje, mas sabe-se que era aluno de Jusepe de Ribera, "lo spagnoletto", e a crítica italiana o identifica sob duas personalidades: o espanhol Juan Do ou o napolitano Bartolomeo Passante.   


Assim como Caravaggio, mestre do "chiaroscuro", o artista representa um tema religioso sob uma aparência de humildade. De acordo com Migliaccio, o objetivo não é ser esteticamente afável, mas mostrar a pobreza como elemento de meditação. Já Giampietrino, de "A Virgem amamentando o Menino e São João Batista criança em adoração", era discípulo de Leonardo da Vinci. Em sua obra, ele usa a perspectiva e a paisagem para criar reflexões sobre o tema da encarnação, do sacrifício, da eucaristia.   


E não para por aí. Caminhando sem rumo entre os cavaletes de Lina Bo Bardi, o visitante encontrará o veneziano Giovanni Bellini ("A Virgem com o Menino de pé, abraçando a mãe") e o florentino Sandro Botticelli ("Virgem com o Menino e São João Batista criança"); uma instigante peça de pregação de Piero di Cosimo ("Virgem com o Menino, São João Batista criança e um anjo") e uma paisagem pastoral do genovês Alessandro Magnasco ("Paisagem com pastores"), esta já do século 18.   


Até se chegar ao modernista Amedeo Modigliani, italiano de alma parisiense e dono do segundo quadro mais caro a ser leiloado em todos os tempos. A exposição "Acervo em transformação" exibe duas de suas pinturas, "Retrato de Leopold Zborowski" e "Lunia Czechowska", com as famosas figuras alongadas do artista.   


"Embora os trabalhos italianos não sejam tão numerosos, o acervo possui algumas obras-primas", diz Migliaccio. A mostra não tem data para encerrar, mas em abril os quadros expostos devem ser mudados, já que o segundo andar comporta apenas uma pequena parte da coleção. Ao menos até lá, o Masp oferece a oportunidade de admirar gênios da arte italiana sob uma perspectiva única, flutuando no seu vão de mais de 70 metros. Afinal, não é preciso cruzar o Atlântico para ver Ticiano ou Rafael.   


Serviço Local: 2º andar do Masp Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo (SP) Tel.: (11) 3149-5959 Horários: terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até 17h30); quinta-feira, das 10h às 20h (bilheteria até 19h30) Ingressos: R$ 25 e R$ 12 (meia-entrada); entrada gratuita às terças-feiras (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos