Alemanha identifica mais de 70 agressores de Colônia

BERLIM, 15 FEV (ANSA) - O procurador da cidade alemã de Colônia, Ulrich Bremer, informou que 73 suspeitos de terem cometidos uma série de crimes no Réveillon da cidade foram identificados. A maioria dos investigados são pessoas que solicitaram asilo ou estão aguardando resposta pelo pedido e apenas três são alemães.   

De acordo com Bremer, a maior parte dos suspeitos são provenientes de países do norte da África, como Marrocos e Argélia. Até o momento, 15 pessoas foram presas pelas mais de mil denúncias recebidas pela polícia local.   

Entre as principais denúncias contra todos eles, estão assaltos, crimes contra o patrimônio público, agressões de cunho sexual - como ofensas e intimidações - e um caso de estupro.   

A informação da Procuradoria contradisse jornais alemães que informavam que apenas três suspeitos eram solicitantes de refúgio.   

O caso chocou a sociedade alemã que fez pressão em seus dirigentes para limitar o fluxo de refugiados ao país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos