HSBC diz que transferirá mil funcionários em caso de Brexit

SÃO PAULO, 15 FEV (ANSA) - O banco HSBC afirmou que poderá transferir até mil funcionários de Londres para Paris caso a Grã-Bretanha opte por sair da União Europeia, informou o CEO da instituição, Stuart Gulliver, nesta segunda-feira (15).   

O responsável pela empresa deu detalhes do plano e informou que poderia reduzir muitos dos seus cinco mil postos de trabalho.   

Segundo Gulliver, se os britânicos foram pela saída do país do bloco, isso terá um "impacto significativo" na economia britânica.   

O HSBC não é a primeira empresa a ameaçar deixar o país caso ele saia do bloco. Diversas empresas já anunciaram que a Grã-Bretanha "será menos atrativa" se seguir por esse caminho.   

As pesquisas de intenções de votos sobre o referendo, que deve ocorrer até o fim de 2017, mostram que a população está bastante dividida sobre o tema. Um levantamento do YouGov mostrou que 40% dos entrevistados prefere o "Brexit" enquanto 38% quer permanecer na União Europeia.   

No início de fevereiro, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, apresentou um plano para evitar que o Reino Unido deixe a UE em uma reunião a portas fechadas com o primeiro-ministro David Cameron.   

Para dar mais autonomia a Londres, Tusk propôs que os países integrantes do bloco possam "interromper a análise de uma proposta legislativa europeia" se um determinado número de parlamentares nacionais assim quiser. Além disso, os britânicos não serão obrigados a aumentar sua integração política com Bruxelas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos