Kremlin elogia encontro 'único' entre Papa e Cirilo

MOSCOU, 15 FEV (ANSA) - Por meio de seu porta-voz, Dmitry Peskov, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta segunda-feira (15) que a histórica reunião da última sexta (12) entre o papa Francisco e o patriarca de Moscou, Cirilo, foi um "encontro único, seja do ponto de vista do conteúdo, seja do ponto de vista simbólico".   

Segundo o Kremlin, o cara a cara entre os líderes católico e ortodoxo também representou algo inédito "para a defesa dos cristãos em todo o mundo, sobretudo nos lugares onde não é preciso proteger apenas os interesses, mas também a vida dos cristãos".   

Francisco e Cirilo se encontraram no Aeroporto Internacional José Martí, em Havana, capital de Cuba, na primeira reunião na história entre um Pontífice e um patriarca da Igreja Ortodoxa Russa. Após uma conversa a portas fechadas de cerca de duas horas, os religiosos fizeram um rápido pronunciamento à imprensa e assinaram uma declaração conjunta.   

O texto fala em contribuir para o "restabelecimento da unidade" no cristianismo, cobra da comunidade internacional ações urgentes para evitar perseguições a cristãos no Oriente Médio, pede ajuda humanitária a Síria e Iraque e aborda temas como pobreza, meio ambiente e casamento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos