Maduro substitui ministro da Economia após cinco semanas

CARACAS, 16 FEV (ANSA) - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, trocou seu ministro da Economia, o sociólogo da linha dura chavista Luis Salas, após apenas cerca de cinco semanas no cargo.   

Maduro alegou que o acadêmico teve que deixar o posto por motivos familiares.   

Salas chamou atenção ao dizer que empresários e opositores lançaram uma guerra econômica contra o chavismo, o que levou o país a atual crise econômica e que não acreditava na inflação.   

Ele será substituído por Miguel Perez, que já atuou como ministro do Comércio no passado.   

Perez defende que a Venezuela deve simplificar seus sistemas de troca de divisas.   

A Venezuela sofre com uma inflação galopante (a maior da América Latina), acompanhada de uma crise produtiva, problemas de distribuição de produtos de primeira necessidade, mercado golpeado por medidas de restrição e regulamentação.   

Oposição - A oposição venezuelana voltou a defender a saída de Maduro do Poder e anunciou na última segunda-feira, dia 16, o início de uma "campanha" para que ele deixe a Presidência.   

Os opositores defendem sua saída de forma constitucional e dizem que não irão impor um golpe de Estado. Eles, no entanto, não disseram como pretendem fazer isso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos