Iraque teme que EI tenha roubado material radioativo

SÃO PAULO, 18 FEV (ANSA) - As autoridades do Iraque tentam localizar uma porção de 10 gramas de material radioativo roubado em novembro de 2015 e que pode ter ido parar nas mãos do grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis). O material estava armazenado em uma caixa de proteção do tamanho de um laptop, em um depósito em Basra, no sul do Iraque, que pertence à companhia nort-americana Weatherford (WFT.N). As substâncias usam raios gama para testar fissuras em materias de gasodutos e oleodutos, processo que leva o nome de radiografia. O conteúdo químico, oficialmente denominado Ir-192, pertence à companhia SGS, que tem sede em Istambul.   

O material é classificado na categoria 2 pela Agência Internacional de Energia Atômica, o que indica que pode causar danos permanentes, ou até a morte, a quem ficar exposto às substâncias. O Estado Islâmico, que tenta formar um califado, atua principalmente em zonas da Síria e do Iraque e utiliza métodos violentos, como sequestros, decapitações e mutilações, para promover a sharia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos