Jogadores estão em esquema de venda ilegal de joias na Itália

TURIM,19 FEV (ANSA) - Um esquema de venda de joias personalizadas e de alto valor para evadir o Fisco foi descoberto pela Guarda de Finanças (GdF) de Turim. Segundo as investigações, um ourives de Valenza vendia as peças preciosas a jogadores de futebol italianos e sul-americanos a um preço muito mais baixo do que o praticado pelo mercado.   


Cerca de 20 jogadores de 12 clubes que atuam em times da série A da Itália e de outros grandes campeonatos europeus participaram do esquema. Porém, eles não serão julgados porque, por parte deles, houve apenas a compra das joias a um preço mais baixo e que foram declaradas aos respectivos órgãos nacionais. A análise das contas apontou que os atletas pagavam entre 2,5 mil euros a 10 mil euros por peça.   


Quem será julgado será o ourives, que não teve o nome divulgado, pela não declaração de cerca de dois milhões de euros em vendas e de um homem aposentado que era o responsável pela conta bancária na qual o dinheiro e era depositado.   


De acordo com a GdF, como as vendas eram feitas de maneira "pessoal e personalizada", o dinheiro não era computado pela contabilidade da empresa e ia para a conta dos dois envolvidos.   


As vendas ocorreram entre os anos de 2008 e 2013. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos