Após denúncia de escutas, Roma convoca embaixador dos EUA

ROMA, 23 FEV (ANSA) - A Farnesina, o Ministério de Relações Exteriores da Itália, convocou o embaixador norte-americano em Roma, John Phillips, para esclarecimentos após as denúncias de que a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) espionou conversas privadas de líderes mundiais, como o secretário-geral das Nações unidas, Ban Ki-moon, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o ex-premier italiano Silvio Berlusconi.   

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, segundo alguns participantes da assembleia do Partido Democrático (PD), que ocorre nesta terça-feira, disse que vai pedir informações em todas as sedes diplomáticas, de forma formal, sobre o caso.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos