TIM diz não à Letter One para acordo com a Oi (2)

MILÃO, 25 FEV (ANSA) - O fundo russo Letter One (L1), do bilionário Mikhail Fridman, desistiu de apoiar o projeto da empresa Oi para um possível acordo para a compra da TIM Brasil, controlada pela Telecom Italia, após receber uma resposta negativa da filial brasileira para o negócio, informou a marca russa em nota nesta quinta-feira (25).   

A proposta da L1, que foi divulgada nos últimos meses, previa uma fusão entre Oi e Tim - que faria com que a Telecom perdesse o controle sobre a marca brasileira. Segundo fontes próximas ao documento, após o anúncia da empresa de Fridman, o projeto previa que a participação da companhia italiana fosse diluído para cerca de 30% a 35% da nova empresa, perante uma cota entre 43% e 45% da L1. A proposta também havia sido considerada impossível pela Telecom.   

Quando foi anunciada a provável entrada do fundo russo, estava previsto que eles investiriam cerca de US$ 4 bilhões na nova companhia criada com a fusão da Oi e da TIM. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos