CEO da FCA diz que não existe razão para pessimismo

GENEBRA, 1 MAR (ANSA) - O CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Sergio Marchionne, disse, durante o Salão do Automóvel de Genebra, que não existe motivo de pessimismo após a divulgação dos resultados de venda da empresa em fevereiro.   

"Fevereiro foi um mês bom nas vendas no Canadá e nos Estados Unidos, assim como na Europa e na Itália", disse, acrescentando que "não existem resultados negativos com exceção da América Latina".   

Ele ainda negou conversas com a empresa PSA Peugeot Citroen em meio a rumores de fusão.   

"Há quase trinta anos colaboramos com a Peugeot nos veículos comerciais. A minha intenção é fechar um acordo sobre os produtos. Se alguém tem outra ideia, eu não sei", disse, em coletiva de imprensa.   

Na semana passada, a empresa francesa anunciou estar aberta a oportunidades estratégicas no setor automobilístico, dando início aos boatos.   

Marchionne disse que a FCA já foi abordada por diversas fabricantes, mas que nenhuma proposta era suficientemente atrativa. Nenhuma delas apresentou uma mudança que cobriria os riscos associados com uma fusão, explicou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos