EUA querem reforçar luta pela retomada de Mossul

WASHINGTON, 29 FEV (ANSA) - O governo dos Estados Unidos pretende reforçar o apoio militar para as forças iraquianas na luta contra os jihadistas do Estado Islâmico (EI, ex-Isis), especialmente com o objetivo de reconquistar Mossul, uma das maiores cidade do Iraque, nas mãos do grupo desde 2014.   

A informação foi divulgada no começo desta semana pelo líder do Pentágono, Ashton Carter. Em coletiva de imprensa, ele explicou que Washington pretende administrar assistência militar similar a quando houve a retomada do controle de Ramadi, mas "fazendo mais, tanto em termos de volume como de tipo de atividade militar".   

A retomada de Mossul deve ser um grande golpe para os jihadistas, que anunciaram um califado regido pela sharia, a lei islâmica, na região. Eles obtêm grande parte de sua renda vendendo o petróleo da cidade. A retomada de Ramadi, no final de dezembro, já debilitou bastante a ação do grupo na região e foi considerada uma enorme vitória das forças iraquianas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos