Companhias dos EUA disputam por concessão de voos a Cuba

WASHINGTON, 3 MAR (ANSA) - O Departamento de Transportes norte-americano recebeu ao menos seis pedidos de companhias aéreas que querem operar voos comerciais entre Estados Unidos e Cuba após o anúncio de retomada da rota.   

American Airlines, Delta Airlines, United Airlines e JetBlue estão entre as empresas que tinham até está quarta-feira, dia 2, para expressar seu interesse.   

Apesar do grande interesse, o número de voos é limitado.   

Autoridades esperam que sejam realizadas cerca de 20 viagens diárias entre os Estados Unidos e a capital cubana, Havana.   

Outros 10 voos diários devem ser realizados a outros destinos da ilha.   

Autoridades do governo norte-americano disseram que tentarão beneficiar a população ao distribuir as concessões de voos. A decisão ainda deve levar alguns meses. Os governos de Estados Unidos e Cuba assinaram no último dia 16 um acordo histórico que permite a retomada de voos comerciais entre as duas nações. O anúncio é um dos mais importantes desde que os países anunciaram a retomada de relações em dezembro de 2014, após mais de 50 anos de desavenças políticas. Atualmente, norte-americanos e cubanos que precisam ir a Cuba viajam em aviões fretados, que são, além de caros, muito difíceis de agendar. Além disso, as viagens precisam ser coordenadas com agentes do governo dos EUA.   

A medida deve ajudar uma das maiores fontes de renda da ilha, o turismo. Calcula-se que 160 mil turistas norte-americanos visitaram Cuba apenas no ano passado. Além disso, milhares de cidadãos cubano-americanos poderão visitar seus familiares com mais facilidade. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos