Depoimento de Lula impulsiona Bolsa e derruba dólar

SÃO PAULO, 04 MAR (ANSA) - Após a notícia sobre a suposta delação premiada do senador petista Delcídio do Amaral ter causado euforia no mercado financeiro, a condução coercitiva para depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve o índice Ibovespa em alta e o dólar em baixa nesta sexta-feira (4).   


O principal indicador da BM&FBovespa teve valorização de 4,01%, fechando o pregão em 49.084 pontos. Já a moeda norte-americana voltou a cair, desta vez 1,09%, encerrando o dia cotada a R$ 3,7607. Ao longo do dia, o dólar chegou a sofrer queda de 3,3%, entrando na casa dos R$ 3,60, mas a desvalorização perdeu força no fim do dia. O preço das ações da Petrobras, estatal abalada pelas investigações da Lava Jato, subiram cerca de 10% na Bolsa.   


Desde o início da atual crise política no Brasil, notícias ruins para a presidente Dilma Rousseff e para o PT se refletem em ganhos no mercado financeiro, enquanto novidades positivas para o governo causam o efeito inverso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos