Processo 'Vatileaks 2' será retomado no sábado

CIDADE DO VATICANO, 08 MAR (ANSA) - Após três meses de interrupção, serão retomadas no próximo sábado, dia 12 de março, as audiências do processo "Vatileaks 2", que investiga o vazamento de documentos sigilosos de órgãos financeiros da Santa Sé.   

A longa pausa, que durou mais do que o previsto (deveria ter terminado em 20 de fevereiro), serviu para a realização das perícias informáticas no complexo material sobre as comunicações por email, SMS e WhatsApp dos acusados.   

No sábado, a justiça vaticana definirá quais componentes desse arquivo poderão ser anexados aos autos do processo. Depois, em 14 e 15 de março, serão tomados os depoimentos dos réus e, eventualmente, de testemunhas, como o secretário de Estado da Santa Sé, cardeal Pietro Parolin.   

Os dois principais acusados são a consultora ítalo-marroquina Francesca Chaouqui e o monsenhor espanhol Lucio Ángel Vallejo Balda - este último está em prisão domiciliar no Vaticano. Ambos trabalhavam na Comissão de Estudos sobre as Atividades Econômicas do Vaticano (Cosea), órgão criado pelo papa Francisco em 2013 para monitorar as contas da Igreja, mas já dissolvido.   

Os dois, ao lado do assistente de Balda, Luca Maio, são acusados de formação de quadrilha e "subtração e difusão de notícias e documentos reservados". Eles teriam repassado aos jornalistas Emiliano Fittipaldi e Gianluigi Nuzzi, autores de livros sobre as finanças da Igreja, informações sigilosas da Santa Sé.   

Os dois repórteres também são réus no "Vatileaks 2", mas respondem apenas pela difusão dos arquivos, tida pelo Vaticano como ilegal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos