Hoje hóspedes, italianos sofriam preconceito no Brasil (2)

SÃO PAULO, 09 MAR (ANSA) - Continuação.   


ANSA: A atual crise de refugiados renovou o interesse pelo museu e pela questão da imigração? Bonas - Renovou o interesse crítico. Nós temos esse compromisso de aproximar as pessoas da experiência dos refugiados - os imigrantes de hoje - e dessa experiência do passado, que é bastante romantizada. Não só renovou o interesse, como trouxe um desafio novo para o museu: explicar esses contextos, lutar contra a xenofobia e batalhar pelos direitos dos imigrantes hoje.   


ANSA: Temos visto na Europa muitas dificuldades para integrar os refugiados à sociedade, com recorrentes episódios de xenofobia e discriminação. Como os italianos eram recebidos no Brasil? Bonas - Isso também é interessante, havia uma ideia de que eles foram muito bem recebidos. E não foram. Eles sofreram muito preconceito. A prova disso, um ícone da cultura brasileira, é a Semana de Arte Moderna de 1922, que tinha dois filhos de imigrantes, Menotti del Picchia e Anita Malfatti. Os outros eram todos filhos de nobres barões do café. Eles sofriam uma série de preconceitos dentro desse contexto modernista. Isso em 1922, quando a imigração já estava rolando havia 20 anos. Tinha uma ideia de que os italianos eram, em geral, iletrados, pobres, mortos de fome que vinham para cá porque não tinham nenhuma alternativa. Inclusive, várias expressões pejorativas, como "carcamano" ["carcar" a mão], surgiram desse tipo de preconceito. Carcar a mão era, na hora de pesar a coisa, forçá-la para pesar mais e cobrar mais.   


ANSA: Quando isso começa a mudar? Bonas - Com a quebra do café, em 1929, 1930, quando essa elite paulista quebra financeiramente e os italianos, que formavam uma classe baixa, uma classe média baixa, podem ascender socialmente. Quando ascendem, eles também podem formar o discurso de que vieram construir a cidade, construir o estado.   


Essa acomodação identitária dos italianos em São Paulo só veio com sua ascensão. O casamento entre famílias de italianos e de nobres paulistas era uma coisa bastante rechaçada. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos