Prévias da esquerda na Itália têm acusação de compra de voto

NÁPOLES, 09 MAR (ANSA) - Celebradas pelo primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, como exemplo de democracia, as primárias da centro-esquerda para as eleições municipais da primavera europeia viraram motivo de polêmica devido a uma acusação de compra de votos.   

O centro da controvérsia é a cidade de Nápoles, onde, no último domingo (6), a pré-candidata Valeria Valente conquistou o direito de representar o Partido Democrático (PD) na disputa pela Prefeitura da capital da Campânia. Valente teve apenas 452 votos a mais que seu principal adversário, Antonio Bassolino, apesar de contar com o apoio quase unânime entre as lideranças da legenda, incluindo Renzi.   

Após a primária de Nápoles, o site "Fanpage" publicou um vídeo que mostra diversas irregularidades nos colégios dos bairros de Scampia, Piscinola e San Giovanni a Teduccio, como ativistas do PD supostamente oferecendo dinheiro para eleitores votarem em Valente.   

Por conta disso, Bassolino apresentou um recurso para tentar anular o pleito, mas o pedido foi rejeitado pelo partido. Seu presidente, Matteo Orfini, havia afirmado pouco antes que o resultado não estava em discussão e que "casos isolados" deveriam ser analisados separadamente.   

Já a pré-candidata vencedora pediu "esclarecimentos" sobre as denúncias, mas afirmou que seria uma "imundície" questionar uma eleição com mais de 30 mil votos por causa desses episódios.   

Entre abril e junho - as datas ainda não foram definidas -, a Itália realizará eleições em mais de 1,3 mil cidades, incluindo as mais populosas do país: Roma, Milão, Nápoles e Turim.   

Garantir a Prefeitura desses municípios é essencial para o projeto de poder de Matteo Renzi, já que um mau resultado nas urnas poderia ressuscitar as críticas sobre a legitimidade de seu governo, que não foi eleito pelo povo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos