Maior rival de Keiko Fujimori é banido de corrida eleitoral

LIMA, 10 MAR (ANSA) - A Justiça eleitoral peruana revogou a candidatura do principal rival de Keiko Fujimori, Julio Guzman, nas eleições presidenciais que acontecem no dia 10 de abril.   

Sua candidatura foi revogada por 3 votos a 2. O Organismo alega falhas no mecanismo usado dentro de seu partido para escolhê-lo como candidato.   

O representante de Guzman, Daniel More, chamou o processo de "uma mancha no processo eleitoral". A medida foi criticada por muitos peruanos.   

A filha do ex-presidente Alberto Fujimori, preso por crimes contra a humanidade e corrupção, lidera as sondagens com 34,6% das intenções de voto, informou recentemente a consultoria Gfk. Ainda segundo a pesquisa, o economista Julio Guzmán estava em segundo lugar, com 16,6%, seguido pelo colega de profissão, Pedro Pablo Kuczynski, com 6,9%. Se os resultados se confirmassem nas urnas, ele enfrentaria Keiko em um segundo turno em junho.   

Guzman disse que apelará contra a decisão, mas especialistas não acreditam que a medida será revertida. César Acuña, que vinha se destacando na corrida eleitoral, também foi excluído. Segundo a Justiça eleitoral, ele teve "conduta proibida ao entregar dinheiro em um ato proselitista".   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos