Vargas Llosa comemora decadência do populismo na Am.Latina

SÃO PAULO, 11 MAR (ANSA) - Perto de completar 80 anos e com seu novo livro, "Cinco Esquinas", recém-publicado, o escritor peruano Mario Vargas Llosa disse estar feliz com o fim do kirchnerismo na Argentina e com as sinalizações de que o populismo está perdendo força na América Latina. Ele também questionou se o Brasil será capaz de manter a liderança regional com os recentes casos de corrupção que vieram à tona.   


Em uma entrevista ao jornal argentino "La Nación", o prêmio Nobel de Literatura disse que "há muitos motivos para ser otimista e pessimista na América Latina". "Quando eu era jovem, a América Latina era terra de ditadores. O que restou agora das ditaduras, como Cuba e Venezuela, está se esgarçando, de desfazendo", disse. De acordo com o escritor, "há manifestações muito claras" de que o populismo está em retirada no continente, como na Venezuela, Bolívia, Equador e Argentina, onde foi encerrado o ciclo do kirchnerismo de Néstor e Cristina, entre 2003 e 2015. "Tenho a impressão de que a democracia está começando a funcionar outra vez na Argentina. É muito importante isso, porque é um país que pode ter uma gravitação sobre todo o resto da América Latina", disse Vargas Llosa. "A Argentina se 'ferrou' com o peronismo porque introduziu uma espécie de nacionalismo que fechou o país".   


De acordo com o escritor peruano, a Argentina era um país de "primeiro mundo no começo do século XX", mas agora está "empobrecido" sem ter passado por "nenhuma catástrofe natural nem guerra".   


"Tenho a impressão que o país é muito próspero e que, com uma boa política, pode voltar a crescer. Para a América Latina, seria formidável. O Brasil está afundando na corrupção e demagogia. Vamos precisar de um país que seja um líder regional", afirmou.   


O escritor peruano completará 80 anos de idade no próximo dia 28 de março, mas garantiu que sua idade não o impede de escrever.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos