Papa lavará pés de refugiados em missa na Semana Santa

Na Cidade do Vaticano

  • Ossevatore Romano/AFP

    No ano passado, o papa Francisco lavou os pés de detentos de Rebibbia, em Roma

    No ano passado, o papa Francisco lavou os pés de detentos de Rebibbia, em Roma

O papa Francisco lavará os pés de um grupo de refugiados na próxima Quinta-Feira Santa, como parte das celebrações de Páscoa, divulgou nesta segunda-feira (14) o Vaticano. A missa, chamada "In Coena Domini", será celebrada em Roma.

O objetivo do líder da Igreja Católica é chamar a atenção para a crise de refugiados que atinge a Europa e é considerada o maior fluxo forçado de imigrantes desde o final da Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Desde que assumiu o Pontificado, em março de 2013, Francisco faz apelo para as autoridades serem benevolentes com os refugiados e compartilharem a responsabilidade na crise imigratória.

Ele também fez uma viagem à ilha de Lampedusa, no sul na Itália, uma das principais portas de entrada de imigrantes ilegais à Europa e palco de dezenas de naufrágios.

No ano passado, o argentino Jorge Mario Bergoglio esteve em um centro de detenção de menores infratores para celebrar o ritual. Ele também já lavou os pés de idosos e de presidiários do complexo de Rebibbia, em Roma. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos