Conheça grana padano,um dos queijos mais exportados do mundo

SÃO PAULO, 15 MAR (ANSA) - A Itália é conhecida pela sua extensa enogastronomia, sendo famosa pelos seus vinhos, pastas, molhos, risotos e também pelos seus queijos. E um dos maiores representantes do país neste último tipo de alimento é, sem dúvida, o grana padano.   


Criado há quase mil anos pelos monges da Chiaravalle Abbey, abadia perto de Milão em funcionamento desde 1135, o laticínio é considerado o primeiro queijo duro do mundo e um dos mais populares.   


Sua origem se deu como forma de conservar os excessos de leite e seu nome foi formado a partir de grana, que se refere à consistência um pouco granulada do queijo, e padano, que se liga à região italiana da Pianura Padana, território que corta o norte da Itália de leste a oeste.   


Atualmente, são 13 as províncias italianas onde se concentra a produção do laticínio, cerca de 4,5 mil empresas relacionadas com o ramo e mais de 40 mil pessoas envolvidas na área. Porém estes números caem muito se forem levados em conta apenas as companhias e os profissionais que estão autorizados a usar a certificação de Denominação de Origem Protegida (DOP) em seu produto.   


Mesmo com essas empresas não passando de 500, o grana padano é considerado hoje em dia como o queijo DOP mais consumido do mundo, tendo exportado mais de 1,6 milhão de formas em 2015.   


O grana padano é um queijo que utiliza na sua produção um leite semi-desnatado, ou seja, mais leve e menos calórico, de vacas que contam com uma alimentação equilibrada e rígida. Em relação à produção, os métodos ainda são os mesmos da abadia de Milão.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos