Senado italiano aprova dia em memória a vítimas da máfia

ROMA, 17 MAR (ANSA) - O Senado da Itália aprovou nesta quinta-feira, dia 17, de forma unânime, o projeto de lei que cria um dia em memória das vítimas do crime organizado no país.   

Se aprovada pela Câmara de Deputados, a data será estabelecida no dia 21 de março, o primeiro dia da primavera do hemisfério norte.   

A medida quer evidenciar a luta contra a máfia e promover a cultura da justiça e legalidade na Itália.   

O presidente do Senado e ex-promotor nacional contra a máfia, Pietro Grasso, disse "que o compromisso [da luta contra o crime organizado] não deve ser somente um dia, mas durante todo o ano".   

Os primeiros relatos sobre a máfia na Itália datam do final do século XIX. As organizações criminosas chegaram a seu auge nos anos 1980, quando os italianos passaram por um período de medo e terror diante do alto número de sequestros e atentados. Com a Operação Mãos Limpas, lançada em 1992, que apurou dezenas de casos de pagamento de propinas em contratos do governo, a máfia teve que se reinventar para continuar existindo. No século XXI, ela sobrevive basicamente de atividades econômicas ilegais e tráfico de drogas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos