Entre sucessos e fracassos, Twitter faz 10 anos

SÃO PAULO, 18 MAR (ANSA) - No dia 21 de março de 2006 o norte-americano Jack Dorsey escreveu o primeiro tweet do mundo.   


Ao fazê-lo, o jovem web designer não tinha ideia do tamanho que a sua recém criada rede social iria ter nos próximos 10 anos, data que se tornará realidade na próxima segunda-feira (21), no tão esperado aniversário da plataforma.   


O Twitter surgiu a partir da Odeo, site que transformava uma mensagem deixada por alguém em um arquivo MP3 que podia ser acessado pela Internet, ou seja, uma plataforma de podcasts.   


A invenção foi criada pelo desenvolvedor Noah Glass, depois comandada pelo ex-funcionário do Google Evan Williams e teve a grande participação de Dorsey e de outros personagens, como o engenheiro Blaine Cook. No entanto, na mesma época a Apple anunciou que teria um serviço de podcasts em todos os seus iPhones, notícia que fez com que a equipe decidisse mudar seu rumo.   


Foi nesse cenário que o famoso microblog nasceu com características únicas, como o número limite de 140 caracteres por mensagem e a revolucionária hashtag (#). No seu início, a rede foi considerada como uma das maiores novidades tecnológicas na década.   


Com o passar dos anos, o número de usuário foi aumentando e a plataforma foi ferramenta para documentar a Primavera Árabe e vários outros episódios políticos, econômicos e culturais.   


O Twitter também começou a ser um canal entre políticos e celebridades com seus eleitores e fãs. O atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por exemplo, já conta com mais de 72 milhões de seguidores, enquanto o papa Francisco passa dos 27 milhões. No entanto, a rainha do microblog é a cantora Katy Perry, que é seguida por ao menos 85 milhões de pessoas.   


Mesmo assim, a plataforma enfrenta atualmente uma grande crise, já que o crescimento de usuários não acompanha a de outras redes sociais, como o Facebook, que já conseguiu atingir a marca de 1 bilhão de pessoas em um dia, e o Instagram, que passou das 400 milhões de cadastros.   


Para tentar atrair mais pessoas, o site passou a ser mais multimídia, oferecendo aos usuários a possibilidade de colocar em um tweet fotos, vídeos e gifs. A plataforma também criou ferramentas como o Moments e o Periscope e aggora estuda mudar o limite de caracteres de 140 para 10 mil. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos