Polícia belga acha digitais de suspeito de ataque em Paris

BRUXELAS, 18 MAR (ANSA) - Impressões digitais do mais procurado autor dos atentados de Paris, Salah Abdeslam, foram encontradas no apartamento vasculhado pela polícia belga no bairro de Forest, em Bruxelas, onde um tiroteio deixou um morto, informaram autoridades locais nesta sexta-feira (18).   

A Promotoria belga, porém, não quis dar mais detalhes sobre a investigação em curso. Mas a confirmação das digitais aumenta a suspeita de que um dos dois homens que fugiram do imóvel na rua du Dries fosse Salah.   

Na última terça-feira (15), uma ação antiterrorismo da polícia da Bélgica, com apoio de agentes franceses, terminou em tiroteio, com um morto, identificado como Mohamed Belkaid, que seria cúmplice de Salah. A ação ocorreu no apartamento de Forest e dois suspeitos fugiram.O bairro de Forest é próximo a Molenbeek, local considerado um "reduto" de extremistas islâmicos. Vestígios de impressões digitais e DNA de Salah já tinham sido encontrados no dia 10 de dezembro em um outro apartamento investigado pela polícia no bairro de Schaerbeek, na rua Henri Bergé. Salah Abdeslam é apontado pela polícia como um dos mentores da série de atentados de 13 de novembro, na capital francesa, que provocou a morte de 130 pessoas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos