Parceria Wanda e Fifa pode levar Mundial para China, diz CEO

SÃO PAULO, 21 MAR (ANSA) - Após o anúncio do acordo de patrocínio da chinesa Wanda com a Fifa, o CEO da marca acredita que isso poderá impulsionar a realização da Copa do Mundo no país.   


"Se a China apresentar uma candidatura para sediar um Mundial, a Wanda com certeza irá apoiar. Provavelmente, mais empresas chinesas irão se juntar aos patrocinadores da Fifa. Eu acho que isso irá aumentar as chances de vencer uma disputa se o governo chinês decidir por isso, disse o CEO da Wanda, Wang Jianlin, para a agência de notícias local Xinhua.   


O patrocínio do grupo empresarial, que atua em centros comerciais, hotéis e rede de cinemas, seguirá até a Copa do Mundo de 2030. Os valores da negociação não foram revelados, mas a Fifa informou que a empresa terá "o mais alto nível de direitos de patrocínio".   


O anúncio do novo apoiador, realizado na última sexta-feira (18), foi comemorado pelo presidente da entidade, Gianni Infantino, que disse que a parceria é resultado dos "novos ares" da Fifa. "É um contrato muito importante, que me deixa muito feliz. As duas últimas semanas foram ótimas", ressaltou o mandatário.   


O acordo comercial é ainda um alívio após o escândalo de corrupção no comando do órgão e o anúncio de um prejuízo de mais de 107 milhões de euros em 2015. No ano passado, a Emirates e a Sony reincidiram seus acordos por causa da prisão de altos dirigentes da entidade e dos posteriores afastamentos do então presidente, Joseph Blatter, e do secretário-geral, Jérôme Valcke.   


A Wanda une-se aos patrocinadores que continuaram com a Fifa, mesmo com o escândalo de corrupção: Adidas, Coca-Cola, Hyundai/Kia Motors, Visa e Gazprom. No futebol, o conglomerado chinês é o principal patrocinador do campeonato nacional e detém 20% das cotas do clube Atlético de Madrid, da Espanha.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos