Após ataques em Bruxelas, Renzi descarta soluções milagrosas

ROMA, 22 MAR (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, convocou uma reunião de segurança com o Conselho de Ministros para debater os ataques ocorridos em Bruxelas nesta terça-feira (22). Apesar da preocupação, o premier pediu para que as pessoas tenham "calma" e disse que não é hora de tomar medidas impensadas.   

"Quem hoje oferece soluções milagrosas não se dá conta do quanto será longa esta situação. Quem se ilude e diz 'vamos fechar as fronteiras' não percebe que os inimigos já estão em nossas cidades", disse o líder do governo italiano em uma clara referência àqueles que criticam a imigração em massa no continente.   

De acordo com o premier, os terroristas "atingiram a Bélgica, a capital e o coração da União Europeia" e esse "é o momento de dizer sem cerimônia: os extremistas vinham dos lugares atingidos - a ameaça é global, mas os assassinos são locais".   

Pedindo que o bloco econômico tenha uma política única de segurança e defesa, Renzi afirmou que a "raiva" causada por este momento "deve servir para uma necessária reação que se torne um projeto e que enfrente e destrua o extremismo islâmico".   

"Os nossos avós derrotaram o nazismo e o fascismo. Os nossos pais, o terrorismo. Os nossos irmãos mais velhos, a máfia. Nós temos diante de nós um desafio inédito e típico do nosso tempo, mas que não é um elemento original para a Itália e os italianos.   

Mas, assim como soubemos derrotar o terrorismo e a máfia, assim a Europa derrotará o terrorismo jihadista", destacou.   

Como havia feito anteriormente, o premier italiano expressou "condolências" ao povo belga pelo "terrível" atentado. Mais cedo, ele havia lamentado o incidente para o primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, Renzi telefonou para a chanceler alemã, Angela Merkel, para o presidente francês, François Hollande, e para o presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, para debater soluções para o terrorismo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos