Mais um candidato pode ser banido de eleição peruana

LIMA, 23 MAR (ANSA) - Mais um candidato pode ser banido da corrida eleitoral do Peru. Pedro Pablo Kuczynski, que está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, foi acusado de ter distribuído bebida a eleitores durante um comício. Ele é o quarto candidato acusado de irregularidades de campanha antes das eleições que acontecem em 10 de abril.   

Denúncia foi feita após surgir nas redes sociais um vídeo, supostamente gravado em 30 de janeiro, onde aliados de Kuczynski aparecem distribuindo cerveja a eleitores. O candidato nega o envolvimento no episódio.   

Pelas regras eleitorais em vigor desde o início do ano, candidatos são proibidos de oferecer dinheiro, presentes ou comida em eventos. Até o momento, dois candidatos foram banidos, Julio Guzman e César Acuña, por irregularidades, e Keiko Fujimori, líder nas sondagens de intenção de voto, também está com sua candidatura em risco após ter premiado participantes de um evento com dinheiro. Se Keiko, filha do ex-presidente Alberto Fujimori (1990-2000), e Kuczynski forem proibidos de concorrer, sobrarão dez candidatos nanicos na campanha. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos