Em vitória de novo governo, 'premier rebelde' deixa Trípoli

ROMA E CAIRO, 01 ABR (ANSA) - Em uma vitória do recém-formado governo de unidade da Líbia, um dos maiores opositores aos novos comandantes, Khalifa Ghwell, deixou Trípoli. A informação é do jornal "Libya Herald" nesta sexta-feira (01).   

Ghwell teria voltado para a sua cidade-natal, Misurata, e foi forçado a abandonar sua luta contra o novo primeiro-ministro do país, Fayez Sarraj, pelos seus próprios aliados.   

"[A decisão] ocorreu depois do conselho dos anciãos de Misurata ameaçá-lo com sua destruição. Eles disseram que a luta estava acabada e que precisava deixar o poder. Se não tivesse saído, teriam tirado ele de lá", escreveu o periódico.   

A milícia de Misurata era uma das maiores facções que lutavam para entrar em um governo nacional durante o caos político e de confrontos recentes na Líbia. O país, fragmentando por uma guerra civil de cinco anos, estava dividido em dois Parlamentos, o de Trípoli e o de Tobruk, e conseguiu formar um governo de unidade na última semana - sob a chancela da Organização das Nações Unidas (ONU).   

A aceitação ao nome de Sarraj entre as milícias que lutavam pelo poder está aumentando e, mesmo com os problemas com Misurata, outras 10 cidades costeiras anunciaram seu apoio ao novo governo - entre elas, Sabrata e Zawiya.   

- Líderes comemoram retomada do governo: O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, afirmou que seu país e os aliados ocidentais "apoiam juntos os esforços do governo de Sarraj, finalmente em Trípoli".   

Já os presidentes da França, François Hollande, e dos Estados Unidos, Barack Obama, debateram a situação do país em uma reunião em Washington e concordaram que a "formação de um novo governo na Líbia" pode ajudar a "impedir o [grupo] Estado Islâmico [EI, ex-Isis] de usar o território como futuro refúgio".   

Além da disputa pelo poder, a Líbia é palco de confronto também entre grupos terroristas, especialmente o Frente al-Nusra e o EI. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos