Vala é encontrada com 42 corpos em Palmira, na Síria

CAIRO, 2 ABR (ANSA) - Foi encontrada uma vala comum com ao menos 42 corpos, entre eles de várias mulheres e crianças, em Palmira, na Síria, cidade que recentemente saiu do controle do grupo jihadista Estado Islâmico (EI, ex-Isis). A agência de notícias local "Sana" informou neste sábado, dia 2, que muitos dos corpos encontrados dentro da fossa tinham sido decapitados.   

Entre as vítimas, calcula-se que mais da metade fossem civis. Forças aliadas ao regime de Bashar al-Assad conquistaram a cidade na semana passada com a ajuda aérea da Rússia.   

Situada 250 km a nordeste de Damasco, em pleno deserto, Palmira abriga ruínas de uma cidade que foi um dos mais importantes centros culturais da Antiguidade, mais especificamente entre os séculos I e II d.C. Sua arquitetura reflete as influências de diversas civilizações e mescla características greco-romanas com tradições persas. A queda da cidade nas mãos dos jihadistas no ano passado preocupou todo o mundo, principalmente por conta da destruição de monumento históricos. Além de representar um forte golpe ao governo de Damasco. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos