Exportação do parmesão italiano tem maior alta em dez anos

ROMA, 4 ABR (ANSA) - Em 2015, a exportação do queijo parmesão aumentou em 13,2%, a maior alta em cerca de dez anos, informaram representantes do setor.   


Mais de 46 mil toneladas do queijo, ou seja, cerca de 35% da produção do alimento, foi destinada ao mercado internacional no ano passado.   


O diretor do Consórcio do Queijo Parmigiano Reggiano, Riccardo Deserti, destacou que "em somente um ano, registramos um aumento de 130 mil unidades".   


Deserti acrescentou que o aumento foi possível apesar de imitações e falsificações do queijo continuarem a ser vendidas em diversas partes do mundo. Mas, apesar dos dados positivos, os produtores se manterão cautelosos. "Temos um amplo espaço para o crescimento, mas não devemos subestimar alguns fatores econômicos favoráveis que em 2015 tiveram um impacto sobre este aumento significativo das exportações, especialmente em relação ao desempenho do dólar, o que fez a compra do parmesão muito acessível".   


Somente para os EUA, o aumento nas exportações foi de 34% com cerca de 225 mil unidades enviadas ao país, ultrapassando a Alemanha e ficando atrás apenas da França, que permanece topo do ranking de compradores. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos