Líder indígena Joseph M. Crow morre aos 102 anos nos EUA

SÃO PAULO, 4 ABR (ANSA) - Morreu no último domingo, dia 3, aos 102 anos Joseph Medicine Crow, antropólogo, historiador e último líder militar indígena da tribo Crow nos Estados Unidos.   

Em 2009, Joseph foi condecorado pelo presidente Barack Obama com a Medalha Presidencial da Liberdade, a maior menção honrosa do país, por seus serviços prestados na II GM e por seu trabalho na área de preservação da memória dos índios norte-americanos.   

Apesar de ter nascido em 1913, ele era considerado um pedaço da memória norte-americana do século XIX.   

Crow foi criado por seus avós, que durante toda sua infância contaram as histórias da lendária batalha de Little Bighorn, o maior combate entre os nativos e o Exército norte-americano que aconteceu em 1876 e deixou cerca de 40 índios e 240 soldados norte-americanos mortos. Os relatos foram mais tarde preservados por ele.   

Ativista dos direitos dos indígenas e da memória desse povo, Crow se tornou um renomado historiador e antropólogo, especialista na cultura dos nativos norte-americanos.   

Durante a II Guerra Mundial, Crow se consagrou por sua bravura, especialmente por ter roubado 50 cavalos dos nazistas enquanto cantava canções de guerra indígenas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos