Museus italianos têm recorde de visitas no domingo

ROMA, 4 ABR (ANSA) - Os museus italianos ficaram bem cheios neste domingo (3) e quebraram recordes de visitações. O motivo foi que o primeiro domingo gratuito da primavera, no hemisfério norte, coincidiu com o último dia da #MuseumWeek2016, iniciativa mundial que todos os anos realiza eventos, encontros, apresentações e performances em estabelecimentos de cultura estatais.   


A "festa para a família", como explicou o ministro de Bens Culturais do país, Dario Franceschini, pôde ser vista em todas as regiões italianas e não só em museus, mas também em sítios arqueológicos. O do Coliseu, por exemplo, foi o mais visitado neste domingo, contando com a presença de 30.818 pessoas.   


Em segundo e terceiro lugares ficaram, respectivamente, Pompeia e suas escavações, que receberam 29.540 pessoas, e o grande palácio de Reggia di Caserta, que nunca teve filas tão grandes antes e que foi conhecido por 19.287 turistas, italianos ou não.   


Outras atrações que tiveram destaque no primeiro domingo de abril foram os Museus e Jardins reais de Turim, com 15.797 visitantes, os Jardins de Bobboli em Florença, com 12.079 visitas, o Museu Arqueológico de Nápoles (6.408), a Galleria degli Uffizi de Florença (6.390) e o Castel Sant' Angelo de Roma (5.540).   


Além disso, no fim de semana passado, os museus e áreas arqueológicas do centro da cidade de Gênova também receberam mais de 90 mil e, no domingo, cerca de 25 mil pessoas foram aos Museus Cívicos de Milão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos