Papa e líderes ortodoxos realizarão visita a Lesbos

ROMA, 6 ABR (ANSA) - O papa Francisco, o patriarca de Constantinopla, Bartolomeu I, e o arcebispo de Atenas, Jerônimo II, visitarão juntos "muito em breve" os imigrantes na ilha grega de Lesbos, porta de entrada para a Europa. Informação foi divulgada pela Arquidiocese Ortodoxa da Itália.   

Considerando a "necessidade de assumir uma iniciativa conjunta e uma ação para sensibilizar a opinião pública internacional", os líderes visitarão "em breve a ilha de Lesbos para entrar em contato com os refugiados e lhes oferecer apoio".   

Recordando a preocupação de Bartolomeu com as guerras no Oriente Médio e a atual crise de refugiados, o Patriarcado acrescentou que o líder religioso ortodoxo "entrou em contato com Jorge Mario Bergoglio em fevereiro" para organizar a viagem.   

Segundo fontes da imprensa grega, a visita pode acontecer em 14 ou 15 de abril. Consultado pela ANSA ontem, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que o tema está sendo debatido e que "existem contatos em curso". Desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, em março de 2013, o papa Francisco faz apelos de ajuda aos imigrantes. Um de seus primeiros compromissos como Pontífice foi visitar a ilha italiana de Lampedusa, no Mar Mediterrâneo, onde diariamente dezenas de embarcações com imigrantes tentam chegar ao continente europeu. Desde o ano passado, a Europa enfrenta o maior fluxo de deslocamento forçado de pessoas desde o fim da II Guerra Mundial (1939-1945). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos