Panama Papers é tentativa de desestabilizar Rússia,diz Putin

MOSCOU, 07 ABR (ANSA) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que as revelações do escândalo "Panama Papers" ("Papéis do Panamá") são uma "tentativa de desestabilizar" a Rússia. Em um fórum jornalístico realizado em São Petersburgo nesta quinta-feira (07), o mandatário ressaltou que até o momento "não há nada do que se discutir" sobre o suposto envolvimento de pessoas ligadas a ele no escândalo.   

"Mais do que tudo, os nossos adversários estão preocupados com a união da nação russa, do povo russo multinacional. Por isso, há tentativas de desestabilizar-nos pelo interior e deixar-nos mais maleáveis para deixar-nos como eles querem", ressaltou. Para Putin, casos como esse querem levar para a sociedade uma "certa desconfiança contra os órgãos de poder" e colocar os russos "uns contra os outros" como foi feito de "maneira brilhante nos anos trágicos da Primeira Guerra Mundial". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos