Keiko Fujimori disputará segundo turno no Peru

LIMA, 11 ABR (ANSA) - A filha do ex-presidente do Peru Alberto Fujimori (1990-2000), Keiko, lidera a contagem de votos após os peruanos irem às urnas no último domingo, dia 10, para escolher o sucessor de Ollanta Humala na Presidência.   

Ela, no entanto, não deve conseguir mais de 50% dos votos e irá disputar um segundo turno, que será realizado em 5 de junho, com o economista e ex-ministro Pedro Pablo Kuczynski.   

Com pouco mais de 40% das urnas contabilizadas, Keiko recebeu 38,18% dos votos e Kuczynski 24,25%.   

Apesar de ter liderado as pesquisas de intenções de voto durante a campanha do primeiro turno, a filha de Fujimori, que cumpre pena de 25 anos de prisão por corrupção e violação dos direitos humanos, terá um desafio maior na segunda etapa eleitoral. Isso porque muitos peruanos temem a volta do fujimorismo e devem apoiar Kuczynski.   

Keiko, por sua vez, tenta se afastar de seu pai e disse que não vai dar indulto humanitário para ele, apesar de ter pedido diversas vezes nos últimos anos que ele pudesse cumprir a pena em casa por conta de seu estado de saúde. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos