Papa irá 'oferecer apoio aos refugiados' em Lesbos

CIDADE DO VATICANO, 13 MAR (ANSA) - O papa Francisco disse nesta quarta-feira, dia 13, que irá visitar a ilha de Lesbos, porta de entrada de imigrantes na Europa, para dar apoio aos refugiados e a população local.   

Durante a audiência geral desta quarta-feira, dia 13, Francisco disse estar realizando a viagem para "expressar minha proximidade e solidariedade tanto com os refugiados quanto com os cidadãos de Lesbos e todo o povo grego, que tem sido tão generoso ao recebê-los".   

Ele também pediu aos fiéis que o acompanhem "rezando e pedindo a luz e a força do Espírito Santo e a intercessão maternal da Virgem Maria".   

Jorge Mario Bergoglio ainda lembrou que realizará a visita "juntamente com os meus irmãos, o patriarca de Constantinopla, Bartolomeu, e o arcebispo de Atenas e toda a Grécia, Jerônimo".   

Desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, em março de 2013, o papa Francisco faz apelos de ajuda aos imigrantes. Um de seus primeiros compromissos como Pontífice foi visitar a ilha italiana de Lampedusa, no Mar Mediterrâneo, onde diariamente dezenas de embarcações com imigrantes tentam chegar ao continente europeu. Desde o ano passado, a Europa enfrenta o maior fluxo de deslocamento forçado de pessoas desde o fim da II Guerra Mundial (1939-1945). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos